Metida a Crítica: Little Boy!

Banner Little Boy

Oi, gente! Tudo bem? Little Boy

No final de semana fiz aquele passeio típico de namorado: Sair para comer e ver um filme! A princípio, queria assistir O Regresso. Fiz tanta torcida para o Leonardo di Caprio, mas o filme que é bom mesmo, eu ainda não vi!!!! E continuei sem saber como é o filme que deu o Oscar à esse ator maravilhoso… Cheguei ao cinema e a sessão já estava esgotada, então fui na opção “vamos ver o próximo que vai começar”, e era Little Boy. Até então não tinha ouvido falar do filme e fui assistir para não perder a viagem, e realmente, não perdi.

Banner Little Boy

 

Ficha Técnica:

2015 ‧ Drama/Comédia ‧ 1h 46m
Data de lançamento: 22 de abril de 2015 (Ridgefield)
Direção: Alejandro Gómez Monteverde
Elenco Pricipal: Eduardo Verástegui, David Henrie, Jakob Salvati, Emily Watson, Kevin James, Michael Rapaport, Tom Wilkinson e Cary-Hiroyuki Tagawa.

Sobre o filme:

Little Boy conta a história de Pepper: um garotinho menor que os outros garotos da sua idade, que tem uma linda relação de parceria com o pai. Na época da Segunda Guerra Mundial, seu irmão, London, tenta se alistar no exercito americano, no entanto, por ter “pés chatos” é barrado, portanto o pai de Pepper é obrigado a representar a família nas forças armadas. Aí começa a história do filme: a expectativa do retorno do soldado e a espera ansiosa de Pepper pelo pai.

535023

Minha opinião sobre Little Boy:

Primeiro: levem um lenço! E não é porque estou grávida e sentimental! Só levem! Haha! O filme é maravilhoso e um dos melhores que já vi. Ele explora o relacionamento pai x filho de uma tão forma pura que realmente emociona o telespectador. O amor que o Pepper sente pelo pai é demonstrando em todos os momentos do filme, e se torna mais forte ainda na partida do pai, quando Pepper, com a ajuda do Padre Oliver, segue uma lista com itens os quais, caso Pepper os faça com fé e “ser for a vontade de Deus”, trará seu pai de volta.

Talvez o item mais importante e que dá enredo ao filme é um adicional especial para o Pepper: Amizade com o Sr. Hashimoto: Um japonês odiado pela vizinhança, pelo simples fato de ser japonês.

A relação do Sr. Hasimoto com Pepper vai se consolidando e com a ausência do padre, eles vão tentando realizar todos os itens da lista, e assim, o filme vai se desenvolvendo.

image35

Alimentar os que tem fome| Abrigar os sem teto| Visitar os prisioneiros| Vestir os nus| Visitar os doentes| Enterrar os mortos| Amizade com o Sr. Hashimoto

Digo que Little Boy tem dois finais: um realista e um outro que queremos. E na minha opinião, essa foi a grande sacada do filme. O mundo já está tão cheio de coisas negativas, que ver um filme desse nos leva a crer que se ainda, independente da religião, existe algum tipo de fé, não só o Little Boy, mas todos nós podemos mover montanhas e alcançar nossos objetivos.

É um filme maravilhoso e eu recomendo que assistam!

Veja o Trailer:

Não se esqueça de ativar a legenda =)

E depois que assistir, volte aqui e diga nos comentários o que achou. E para quem já assistiu, vou adorar saber a sua opinião!

Um beijo e até o próximo post =*

FacebookTwitterGoogle+PinterestWhatsAppShare

Transição capilar: A hora dos cachos!

Oi gente,  transição capilar!

Bom, vocês já tiveram a impressão que em volta de vocês temos cada vez menos cabelos “progressivados”, alisados, pranchados e afins. Pois é, não é impressão NÃO! Está surgindo um “movimento” se assim o posso chamar, que apóia a naturalidade e o fato de assumirmos quem realmente somos!!! E parece que está dando certo e cada vez mais as mulheres estão aderindo a transição capilar!

A Dove criou uma campanha na França para incentivar as meninas a amarem seu cachos. Uma campanha desse porte e partindo de uma empresa multinacional só reforça o que digo. Aqui no Brasil o movimento vem se “agigantando” e até existe um grupo nas Redes Sociais chamado Cacheadas em Transição. O grupo é composto por mais de 100.000 membros de todo país onde meninas e mulheres de todas as idades dão apoio umas as outras, incentivam e trocam dicas e experiências! O grupo apoia em sua totalidade o “processo de transição capilar”   transição capilar  transição capilar  transição capilar  transição capilar  transição capilar

10965860_804504926269620_640630139_n

Mas o que seria o processo de transição capilar?

Simples: a transição consiste em deixar o cabelo crescer naturalmente sem uso de química e pode ser feita das seguinte formas:

1. BC ou Big Chop!

page

Seria um “grande corte”, isso mesmo muitas meninas optam por raspar totalmente os cabelos alisado e deixar crescer o natural, outras ficam alguns meses sem realizar processos de alisamento e fazem um grande corte a ficar com um Black Power.

2.APLIQUES!

image (2)
Já outras passam pelo processo usando Mega Hair ou tranças do tipo Box Braids com cabelo sintético! O cabelo cresce naturalmente transparecer o real comprimento.

3. CHAPINHA e BABY LISS!

image (3)
Há ainda aquelas que mesmo sem alisar os cabelos com os processos químicos, escovam, chapam e cacheia até que o cabelo natural atinja um comprimento “ideal” para libertar os cachos.

4. TEXTURIZAÇÃO!

montagemrolos

Este acredito eu, é o método mais utilizado. Nele as meninas usam técnicas de cachear o cabelo sem calor ou química.

O que não falta é técnica para você fazer a sua transição, basta ter força de vontade e encarar essa batalha. Veja o depoimento da Caroline Crispim – estudante de psicologia – e da Alice Iglesias - auxiliar administrativo-, que toparam dividir a experiência conosco!

“Sabe quando você está viciada numa coisa? Era eu com os alisamentos… Cada técnica nova que aparecia eu ia e testava. Até que me dei conta do quão estragado estava meu cabelo e o quanto estava dependente de técnicas alisadoras. Percebi o mal que os alisamentos faziam ao meu cabelo e por consequência a mim também, por isso resolvi voltar ao natural.” Caroline Crispim.

image
“Em outubro de 2013 eu fiz  um relaxamento e meu cabelo caiu praticamente todo. Ficaram vários toquinhos e eu tinha q passar laquê para não ficarem “em pé”. A partir daí tive que fazer muita hidratação e restauração. Em dezembro de 2013 fiz minha última progressiva e de la pra cá tive o apoio de uma amiga enrolada.” Alice Iglesias.

image (1)

E eu que estou finalizando a minha transição capilar falo por experiência própria: toda essa liberdade vale a pena e nossos cabelos agradecem.
Vou deixar aqui um pouquinho do meu processo que ainda não acabou, mas que sirva de incentivo pra você que ainda não se decidiu!

Transição Capilar
Bom, espero que tenham gostado e venham cachear vocês também!!

Beijinhos!

Dayana Souza – Fisioterapeuta, professora de pilates, ama o que faz e está em transição!

FacebookTwitterGoogle+PinterestWhatsAppShare