31 de outubro – Hallowe… opa, dia do Saci!

saci-havelar-post

Oi gente, tudo bem? Saci

A cada ano que passa o dia 31 de outubro fica mais conhecido aqui no Brasil. Apesar de não ter a cultura de bater de porta em porta pegando doce, existem várias festas para comemorar a data. Eu acho bacana a ideia de trazer elementos culturais de outros países mas e como fica a nossa cultura? Tem espaço pra todo mundo, mas não vamos esquecer do que também temos de bom por aqui!

E hoje, dia 31 de outubro também é comemorado o dia do Saci, sabia?

saci-havelar-post

O Saci- Pererê é uma figura brincalhona e travessa do Folclore Brasileiro. Reza a lenda que o Saci perdeu uma perna lutando capoeira, por isso ele vive pulando por aí. Além do cachimbo, o Saci usa um gorro que dá poderes mágicos à ele. Ele aparece e desaparece dos lugares através de um redemoinho e fica escondido nas florestas, protegendo os animais e pregando “peça” no pessoal que destrói a natureza.

Se alguém conseguir tirar o gorro do Saci, ele fica sob o domínio dessa pessoa. Só assim para sossegar um pouco.

O Saci já foi representado em várias obras literárias brasileiras, como o Sítio do Pica Pau Amarelo, que foi e continua sendo um marco na nossa cultura.

Como o Saci tem fama de esconder as coisas, quando você perde alguma coisa provavelmente foi ele que pegou… As vezes acho que ele vive aqui em casa, porque o pessoa pra perder as coisas, viu haha!

Quem nasceu nos anos 80 (como eu), com certeza aprendeu não só sobre o Saci, mas sobre vários outros personagens do nosso folclore. Não podemos deixar isso apagar. Halloween é legal, mas vamos também dar valor as nossas raízes =) E uma ótima opção: Quem comemora o Halloween, que tal ir fantasiado de Saci?

E vocês, comemoram a data? Sabiam que era dia do Saci? Qual é o seu personagem do nosso folclore preferido?

Um beijo e até o próximo post =*

FacebookTwitterGoogle+PinterestWhatsAppShare

Dia do Livro – TAG: Livros Opostos

Primeiro livro

Oi gente, tudo bem?

Hoje comemorou-se o dia internacional do livro e obviamente não podia deixar a data passar em branco. Eu gosto bastante de ler. Sou daquelas que emendam um livro no outro e tem pavor quando vê que o livro ficou em casa. Como uso transporte público, ler é a melhor opção para passar o tempo.

E hoje, vou responder uma TAG aqui no blog mesmo para vocês conhecerem um pouquinho mais do meu universo literário (ficou bonito isso, hein!) 

Livros

Gente, tá muito confuso? Tentei tirar de um jeito que apareçam todos.

1. Primeiro livro da coleção/ Último comprado

Primeiro livro

 O primeiro livro da minha coleção foi O mistério da fábrica de livros do Pedro Bandeira, porém não foi o primeiro que li. É um livro muito legal para crianças onde conta a história de como funciona de fato o processo da criação do livro físico.
As últimas aquisições foram: O pequeno príncipe, porque eu ainda não li esse livro e O segredo da mente milionária. Como acabei de ler Pai Rico, Pai pobre, quero seguir a linha para aprender como usar o dinheiro a meu favor e ser linda e rica em Paris (2 beijos)!

2. Um que você pagou barato/Pagou caro.

Para uma menina como uma flor do Vinícius de Moraes foi sem sombra de dúvidas o livro mais barato que eu já comprei. Comprei em um Sebo perto da escola onde eu estudava música e costumava frequentá-lo. Sempre tinha coisas bem legais para se olhar. É um conjunto de poesias do poetinha, o qual me identifico muito! Em contrapartida, História Universal da Música, do Roland Candé foi o mais caro, mas era preciso.

3. Com protagonista homem/Com protagonista mulher

Trilogia Milennium - Lizbeth Salander Maravilhosa!

Trilogia Milennium – Lizbeth Salander Maravilhosa!

Nesse eu vou roubar um pouquinho no protagonista homem porque os livros que eu leio costumam ser mesclados, então coloquei dois protagonistas femininos que eu gosto muito! A menina que roubava livros do Markus Zusak e Férias da maravilhosa Marian Keyes. (tem resenha de livro dela aqui).

4. Leu bem rápido / Demorou pra ler

Quem não leu O diário de um banana não sabe o que está perdendo! É um livro fácil, ilustrado e muito bom para descontrair ou ler no intervalo de um livro para o outro. Li em apenas um dia! Muito bom. Em compensação O Silmarillion do Tolkien eu não terminei até hoje. Gosto da obra Senhor dos Anéis, mas o Silmarillion não deu pra mim. Conta tudo muito detalhado, a criação de tudo… Eu lia pensando em comer brigadeiro ou qualquer outra coisa. Não rolou.

5. Com capa bonita / Um com capa feia

Os catadores de concha não é um livro que você vai ler pela capa, mas é extremamente interessante. Os catadores de conchas conta a história da filha do pintor do quadro que leva o mesmo nome do livro. O que eu mais gostei nesse livro é que a história é contada cronologicamente, mas na pessoa de personagens diferentes! Agora, Os homens que não amavam as mulheres é sem comentários essa capa. Sem contar que a história é excelente. É aquele livro que você simplesmente não consegue parar de ler e fica apaixonado (mesmo não querendo) pela Lisbeth Salander (ou Sally para os íntimos).

6. Um livro brasileiro / Um livro internacional

Senhora do José de Alencar foi o escolhido da vez pois foi o primeiro livro literário brasileiro que eu li e gostei bastante. Porém não é o meu preferido. Esse posto fica com “O cortiço” de Aluísio de Azevedo. Vou ser bem sincera com vocês, não lembro da história do livro Senhora tim tim por tim tim, mas é um livro que consegue prender a atenção do leitor, principalmente imaginando toda aquela pompa da época. Já o Touching the Void foi o escolhido por ser o primeiro livro totalmente em inglês que eu li, porém a história não agrada. Conta a jornada de dois aventureiros escalando um monte.

7. Um livro mais fino / Um mais grosso

Sacanagem, né? A tormenta das espadas foi o livro mais grosso que eu já li, tem somente 884 páginas de pura emoção! Esse eu optei por comprar a versão online e ler no iPad porque o peso é não dá, né gente? E quanto ao O que é psicologia foi um livro que usei no ensino médio e não deve chegar a 50 páginas!

8. Um livro de ficção / Um de não ficção

Essa eu pulo, gente… Ainda não li um livro de não ficcção (tirando os escolares). Se bem que eu li “Estação Carandiru” mas alguma coisinha ou outra deve ter sido romantizada, sei lá… então preferi não opinar!

9. Um livro meloso / Um livro de ação

Livro meloso não faz meu gênero.. Ainda não li “A culpa é das estrelas” ou qualquer outro do gênero, mas está na listinha. Então, para dar aquela enganadinha básica, escolhi O lado bom da vida. Não é melooooso, mas dá pra entrar no gênero. Agora, livro de ação, sem sombra de dúvidas é a coleção Millenium (resenha aquia qual eu sou apaixonada!

E vocês, gostam de ler? Qual livro estão lendo?

Um beijo e até o próximo post -*

FacebookTwitterGoogle+PinterestWhatsAppShare

Dica de Leitura – É agora ou nunca!

Oi gente, tudo bem?

Aline cultural de volta!!!!! E hoje vou contar para vocês um pouquinho sobre uma escritora que eu amo de paixão: Marian Keyes, e mais especificamente vou falar sobre o primeiro livro que eu li dela: É agora… ou nunca.

É agora ou nunca

Eu a conheci através do primeiro sucesso dela: “Melancia”. Numa dessas promoções do Submarino, comprei todos os livros lançados até então e comecei com essa belezura. Os livros da Marian Keyes são leves e divertidos de se ler, conta muito bem como funciona o mundo feminino e os “perrengues” que a gente enfrenta, mas tudo de salto alto! Aconselho demais os livros dela para quem é iniciante no mundo da leitura, você vai ler que nem vai perceber.

É agora ou nunca

Vamos ao livro É agora… ou nunca: Ele conta a história de três amigos que se conhecem desde novinhos. Agora na vida de adultos, cada um é surpreendido pela vida da maneira mais cotidiana possível que ao ler você pensa: isso já aconteceu comigo!!! Nesse livro tem de tudo: Uma que vive de dieta (quem nunca, né?), a bem sucedida mas sem ainda ter encontrado o amor da vida (na verdade, ela liga bem mais para o controle remoto!) e o amigo que é homossexual assumido e totalmente divertido e talvez o mais sensato da história!

Infelizmente, um dos três amigos descobre que tem uma doença terminal e daí o “É agora… ou nunca”. Ou eles curtem a vida adoidado ou ficam se lamentando e esperando a vida passar.

A única coisa ruim (para quem não gosta, pois eu adoro!!) é que os livros dela são bem extensos… Esse por exemplo tem 588 páginas extremamente detalhadas, mas isso faz com que a história pareça real então acaba valendo a pena!

E vocês, já leram algum livro dela?

Um beijo e até o próximo post =*

FacebookTwitterGoogle+PinterestWhatsAppShare

Millenium!

IMG_6875

Oi gente, tudo bem?

Não podia deixar de fazer o post noturno, né?! Boa notícia: acho que descobri como deixar o vídeo parado no YouTube!  Tô sofrendo aqui gente haha!

Foco né, foco porque hoje “baixou” a Aline Cultural e vou dar dica de leitura!!!!!

Como boa usuária do trânsito público que sou, o livro tornou-se o meu melhor amigo. Eu não fico um intervalo sem ler, sempre já tenho um livro engatado para quando outro terminar. E hoje vou contar um pouco para vocês um pouco dos livros que prenderam minha atenção nos últimos meses: a trilogia Millenium.

IMG_6873

Meu primeiro contato com o mundo da Millenium foi através da versão “hollywoodiana” do filme Os homens que não amavam as mulheres. Eu lembro que fui ver esse filme meio sem esperança, bem do tipo: ah, é o primeiro que tem então vai esse mesmo… E gente, saí da sala com a sensação de que tinha assistido o melhor filme do ano! E torci muito por ele no Oscar em todas as categorias em que concorreu.

Depois desse encanto todo fui pesquisar sobre o filme e descobri que era baseado em uma trilogia e que também já existiam os filmes originais, todos com atores suecos seguindo a história do filme.

IMG_6875

Millenium é uma história empolgante escrita pelo jornalista sueco Stieg Larsson, que conta a o que acontece dentro polícia secreta sueca e tudo o que eles “aprontam” para que uma determinada história continue em segredo. Essa história gira em torno da protagonista da saga, a melhor personagem do mundo: Lisbeth Salander! Sally, como é carinhosamente chamada pelo seu amigo Mikael Blomkvist teve uma infância difícil e é declarada mentalmente incapaz, porém essa menina com sérios problemas de identidade esconde vários talentos que são demonstrados ao longo da história.

 IMG_6874

Na minha opinião, o primeiro livro (Os homens que não amavam as mulheres) é apenas uma introdução que mostra como a Lisbeth e o Mikael se conhecem e desenvolvem a parceria, além de apresentar muito bem a personalidade dos protagonistas. A história mostra como Sally e Mike trabalham obtendo provas a fim de descobrir um assassino de mulheres demonstra claramente todos os “dotes” de ambos os personagens para desvendar as histórias que estão envolvidos.

O segundo e o terceiro livro (A menina que brincava com fogo e A rainha do castelo de ar) já vão mais a fundo na história de Lisbeth. Em A menina que brincava com fogo, um casal que vinha trabalhando em uma matéria sobre o tráfico de mulheres é brutalmente assassinado, bem como o tutor de Lisbeth e a polícia acha indícios de que ela é a autora do crime. Consequentemente, começa uma “caçada” à Salander que por sua vez tenta provar a sua inocência.

A rainha do castelo de ar tem um pouco menos de suspense pois o autor explica detalhadamente como funciona “A Seção” – uma repartição secreta da polícia russa a qual tenta de uma vez por todas acabar com a vida de Lisbeth. Finalmente pega, no terceiro e último livro da série, Sally continua sua tentativa de provar sua inocência e se libertar de uma vez por todas dessa história.

O autor é muito feliz em criar página após página um suspense perfeito que faz você não querer parar de ler. Cada capítulo é uma surpresa e você fica se perguntando: Meu Deus, quando isso vai parar? Mas não para… sempre tem mais uma coisinha que vai te surpreender.

Eu já li muitos livros, mas nenhum personagem me encantou tanto quanto a Sally. Seria muito bom se Hollywood continuasse com os filmes, quem sabe né? Não custa nada tentar!

Para quem gosta de ler (principalmente livros com mais de 400 páginas!!), eu recomendo essa leitura. Mesmo não amando tanto, será um livro que vai te prender do começo ao fim!

E vocês, estão lendo alguma coisa?

Um beijo e até o próximo post =*

FacebookTwitterGoogle+PinterestWhatsAppShare